Financial Imobiliária completa 55 anos de história e responsabilidade social

Financial-Imobiliária
16.08.2018 - 15:31

Em 55 anos de existência, a Financial Imobiliária consolidou uma trajetória única no mercado de Mato Grosso do Sul, sendo referência no Estado nas áreas de administração de imóveis, construção, vendas e loteamentos urbanos. Hoje, contamos com mais de 80 mil lotes projetados e comercializados, mais de 15 mil operações de locações, mais de 25 residenciais vendidos e 16 edifícios incorporados, além de muitos outros cases de sucesso.

No decorrer desses anos, cumprimos e continuamos a cumprir a nossa missão de oferecer as melhores soluções imobiliárias para o desenvolvimento da qualidade de vida nas cidades onde atuamos: Campo Grande, Maracaju, Sidrolândia, Rio Brilhante, Bonito, Terenos, Chapadão do Sul, Jardim e Dourados. E por acreditar no potencial das pessoas, também apoiamos projetos sociais em comunidades de baixa renda para colaborar na formação de crianças e jovens por meio da educação e esporte.

O nosso comprometimento em fazer um mundo melhor está sendo atendidos com os projetos sociais:

  • Formando vencedores com Karatê

O projeto atende até 120 crianças e jovens de baixa renda em Sidrolândia, nas regiões do Loteamento Jardim Cascatinha. Realizado em parceria com a Pastoral da Criança que sede o espaço para os ensinamentos de Karatê e a Promotoria da Infância e Adolescência de Sidrolândia. 

A Financial contribui com o projeto por meio da Academia Budô que disponibiliza os professores de Karatê e alguns jovens que participam do projeto já competem em nível nacional.

 

  • Judô para todos e pequeno cidadão

O projeto nasceu em 1990 na cidade de Maracaju para difundir o esporte entre crianças, jovens e adolescentes, sem custo de mensalidade nos centros de treinamentos espalhados pelo município. Em 2014, o projeto deu vida ao ‘Instituto Cidadão’ para atender famílias em outras modalidades esportivas, culturais e educacionais.

 

Atualmente, os projetos atendem aproximadamente 500 crianças, adolescentes e adultos, com expectativa de dobrar esse número nos próximos anos. O projeto conta com três sedes com aulas de judô, violão, dança, ginástica, atendimento psicológico e jurídico e cursos de inglês e informática.

 

  • Grupo de escoteiros Mário Dilson

A iniciativa foi de um policial militar, incomodado com a situação de crianças e jovens moradores do Jardim Noroeste em Campo Grande. A comunidade local vive em torno do lixão e do Presídio de Segurança Máxima e sofre com a falta de infraestrutura, saúde, lazer e moradia. O projeto consegue alcançar os jovens mais ociosos, dando oportunidades de capacitação física, intelectual, social, afetiva, espiritual e desenvolvimento de caráter por meio dos ensinamentos de escoteiros.


« Voltar